Você sabe o que é Supply Chain?

Você sabe o que é Supply Chain?

Você já ouviu dizer que Supply Chain é a mesma coisa que logística? Provavelmente sim, mas sabia que essa afirmação é falsa? Calma, vamos te explicar.

Por muitos anos, o Supply Chain foi utilizado como sinônimo de logística, e até hoje em dia muitas pessoas se confundem achando que é a mesma coisa.

Para começar, são parecidos, mas não são a mesma coisa.

Explicando de maneira rasa e em poucas palavras: a cadeia de suprimentos, ou Supply Chain se trata de uma integração externa de atividades, enquanto a logística é uma integração interna das atividades.

O Supply Chain é considerado então mais amplo que a logística, na verdade, também é uma evolução natural da logística, pois uma coisa está ligada a outra. O Supply Chain vai desde a fabricação do produto até a entrega para o cliente, enquanto o conceito de logística é bem mais limitado que isso.

Porém, elas se complementam em certos pontos, pois alguns processos do Supply Chain passam pela logística.

São conceitos complicados de definir e diferenciar, pois fazem parte de processos parecidos e se interligam em alguns momentos, mas é muito importante compreender que existem sim diferenças entre eles e saber quais são elas.

Isso se aplica principalmente se você deseja se tornar um profissional da área, entender as diferenças é imprescindível na carreira do profissional da logística que precisa entender os conceitos e aplicações do Supply Chain para a empresa.

Hoje vamos falar muito sobre o Supply Chain especificamente, como ele funciona e o motivo de ser tão importante para as empresas, além de dicas matadoras para quem trabalha ou deseja se graduar nessa área que está em alta no mercado.

Portanto, se você quer aprender mais sobre o Supply Chain de uma vez por todas, não deixe de ler até o final.

Como fazer a gestão do Supply Chain?

Agora você já sabe o conceito de Supply Chain e seu significado, chegou a hora de aprender como colocá-lo em prática.

Mas afinal, como fazer a gestão da cadeia de suprimentos? Quais são os quesitos que entram nessa área de atuação?

Planejamento e previsão da oferta e demanda dos produtos

Faz parte do Supply Chain a função de prever a oferta e demanda dos produtos de tempos em tempos.

Fazer essa previsão promove um equilíbrio entre a oferta e procura do produto, evitando gastos desnecessários ou falta de estoque, que podem dar muito prejuízo para a empresa.

Buscar fornecedores de matérias-primas

Buscar fornecedores de matérias-primas também faz parte da gestão de cadeia de suprimentos.

É importante que o profissional da área busque sempre por fornecedores de confiança, que façam um preço justo, entregas no prazo, e trabalhem com materiais de qualidade.

Armazenamento da mercadoria

É fundamental que uma boa empresa tenha um bom armazenamento de mercadoria, trabalhando bem os espaços destinados a isso e controlando o estoque.

Entrega e devolução de mercadoria

O profissional responsável pelo Supply Chain de uma empresa fica responsável pela entrega dos produtos, garantindo sempre que estejam no prazo certo e que os produtos sejam entregues intactos ao cliente.

Além disso, também se encarregam de fazer a devolução de produtos para o consumidor, caso seja necessário em situações de erro de entrega, danificação do produto, entre outros possíveis problemas.

Os 3 eixos da abrangência da gestão do Supply Chain

3 eixos da abrangência da gestão do Supply Chain

Existem 3 eixos principais existentes na abrangência da gestão do supply chain.

Todos eles são interligados e muito importantes para a evolução de uma empresa, que necessita desse tipo de atividade para seguir bem no mercado.

Processos de negócios

Responsáveis por assinalar a finalidade e motivo pelo qual o gerenciamento existe. Ou seja, é o primeiro passo para que ele faça sentido e seja organizado desde o começo.

Práticas, iniciativas e tecnologia

Esse eixo é responsável pelas ideias inovadoras e é o que permite a execução dos processos empresariais.

Organização e pessoas

Essa parte abrange a estrutura empresarial e o treinamento de pessoas para garantir um bom serviço na logística da empresa.

As principais etapas do supply chain

O supply chain possui muitas etapas dentro do seu serviço, principalmente por ele ser bem amplo, conheça as principais delas:

Formalização

Criação de normas, procedimentos, objetivos e planos que devem ser documentados. Esses conhecimentos são necessários para garantir como será a logística da empresa.

Monitoramento de desempenho

Existem diversos sistemas de medição de desempenho dentro de uma empresa.

Com eles é possível analisar como andam todos os processos da logística na sua empresa e do supply chain de maneira geral.

Com um bom monitoramento, você pode alcançar resultados precisos de atividades dentro da empresa que nunca nem imaginou que fosse possível, ou que pensava ser difícil demais.

Imagine que você tenha acesso a todos esses dados de desempenho nas atividades, tudo ficaria muito mais fácil, certo? Os acertos e erros ficariam bem nítidos, facilitaria na hora de ver o que deve ser mantido e modificado nas atividades empresariais.

Sem um bom monitoramento de desempenho, fica muito complicado analisar os resultados positivos e negativos, de forma com que atrase todo o processo de evolução da empresa.

Tecnologia

Todo negócio deve contar com a ajuda de tecnologias, afinal, é o que facilita nossas vidas e acelera os processos que sem ela acabam se tornando muito demorados.

Quem não utiliza a tecnologia nos negócios certamente fica muito atrás da concorrência, pois não há como se adaptar ao mercado sem utilizar a tecnologia, isso serve para todas as profissões.

No supply chain não é diferente, a utilização de softwares que auxiliam na coleta de dados importantes e precisos se torna cada vez mais importante e necessário dentro da área.

Alguns dados só podem ser coletados depois de cálculos dificílimos se não contarem com a ajuda da tecnologia, o que se torna uma imensa desvantagem.

Portanto, conte sempre com a tecnologia para evoluir nos seus negócios.

Serviço de atendimento ao cliente

Um dos requisitos fundamentais para se tornar uma empresa de sucesso no mercado é manter uma boa relação com os clientes.

Afinal, são eles que fazem seu negócio funcionar, sem seus clientes você iria a falência.

Por esse motivo é muito importante valorizá-los a cada dia e passar segurança para todos eles através de um bom serviço e uma relação bem próxima.

Mas como manter uma relação próxima com o cliente? Existem vários meios, mas um que é fundamental para toda empresa é um bom serviço de atendimento ao cliente!

Seja pela internet ou via telefone, tenha um serviço de qualidade que tire as dúvidas e ajude os clientes a todo momento em que precisarem. Garanto que dessa forma sua empresa terá muito mais confiança do consumidor e a segurança de que podem contar com seu serviço quando quiserem.

Não possuir um serviço de atendimento é o mesmo que deixar seus clientes na mão, e com certeza você não quer isso para seu negócio, pois precisa buscar justamente o contrário para ter sucesso.

Escolha de um bom fornecedor

Para seu negócio se manter de pé, nem tudo estará no seu controle ou de seus funcionários. Existem fatores externos que influenciam muito no seu negócio e a escolha de um bom fornecedor é sem dúvidas uma delas.

Selecione bem os fornecedores que você vai contar para sua empresa.

Escolha sempre profissionais de confiança, procure saber quem são os melhores da área, os que fazem o melhor preço com a melhor qualidade de serviço.

Dois fatores são muito importantes na hora de analisar um fornecedor: qualidade do produto e entrega no prazo.

Veja se o fornecedor realmente trabalha com produtos de qualidade, e não produtos que podem te trazer problemas com seus clientes por não corresponderem às expectativas. Se o preço estiver muito baixo, tome cuidado e desconfie da qualidade, esteja sempre atento a esse fator.

Outro quesito fundamental a ser analisado é se o fornecedor com quem você pretende fechar negócio entrega os produtos no prazo desejado, afinal, isso faz toda a diferença para sua empresa!

Atrasos de entrega quase sempre significam atrasos nas suas próprias vendas, ou seja, totalmente prejudicial para o seu negócio, portanto, procure ficar ligado!

Mantenha uma boa relação com seu fornecedor

Depois de o primeiro passo dado, você já escolheu seu fornecedor, mas será que apenas isso é o suficiente?

Não, não é. Agora é muito importante que você crie uma relação saudável com seu fornecedor, é importante que seja de confiança e obtenha uma certa proximidade.

Uma boa relação com seu fornecedor com certeza vai te trazer muitos benefícios no futuro, assim, você garante que vai continuar recebendo um bom serviço da parte dele e quem sabe futuramente até consegue algum desconto que seja vantajoso para você e sua empresa.

Como você viu, o supply chain possui diversas etapas e sua definição não é o sinônimo de logística. Apesar disso, ambos andam lado a lado e são fundamentais para o bom funcionamento de qualquer empresa que queira crescer no mercado.

Curtiu o nosso conteúdo? Não se esqueça de deixar o seu comentário dando a sua opinião sobre o assunto de hoje.

5 (100%) 1 vote

Este post tem um comentário

Deixe uma resposta

Fechar Painel