Quais são os 5 principais desafios da logística de vinhos?

Quais são os 5 principais desafios da logística de vinhos?

5 (100%) 1 vote

Quando se trata de logística e gestão da cadeia de suprimentos, os dois maiores desafios que são consistentemente levantados são a otimização e o gerenciamento de riscos. Encontrar o equilíbrio entre a redução de custos, tempo e estoque para obter vantagem competitiva e, ao mesmo tempo, proteger os negócios de interrupções inevitáveis ​​na cadeia de fornecimento não é tarefa fácil. Adicione regulamentações multifacetadas, um produto frágil de alto valor e um ambiente de transporte internacional em constante fluxo, e você terá o complexo mundo da logística de vinhos.

Não podemos falar sobre este assunto sem apresentar os desafios específicos para as cadeias de fornecimento de vinho que envolvem os EUA. Agora, o maior país consumidor de vinho, os EUA superaram a França e a Itália, com 779 milhões de galões em 2015, segundo o Instituto do Vinho. É fácil perceber porque é que este é um mercado alvo atraente para os produtores de vinho nacionais e estrangeiros.

Obtendo o máximo de cada remessa

O vinho por natureza é um produto pesado, de 1 a 1 litro, e quando você adiciona garrafas de vinho, embalagens e paletes em equipamentos oceânicos padrão, você tem dois cenários comuns. O espaço disponível em um contêiner de vinte pés limitará a tonelagem de carga e, em um contêiner de 40 pés, os limites de peso da estrada nos EUA limitarão a carga útil.

Então, que tal despachar apenas um bom vinho? O transporte a granel permitiu que os carregadores de vinho de todo o mundo fizessem exatamente isso, mudando as garrafas e as embalagens para fora do contêiner e para os mercados de destino.

Reduzindo o Risco de Temperatura para o Produto

Simplesmente, o vinho é um produto sensível à temperatura. A exposição às flutuações térmicas diárias, calor extremo, frio e umidade no transporte afeta o vinho em trânsito, impactando os vinhos engarrafados e as embalagens ou rótulos. Dados os fatores de geografia e sazonalidade na cadeia de fornecimento, os proprietários tiveram que determinar por si mesmos que nível de risco assumir o transporte em contêineres secos ou optando pelo custo adicional de operação de contêineres refrigerados.

Mantendo o produto seguro no processo

espaço para guardar vinhos

A estratégia da cadeia de suprimentos inteligente deve incluir processos e procedimentos padronizados para mitigar o risco quando possível, bem como o seguro contra reclamações e responsabilidade por transporte.

Mantendo-se na Lei

Manter-se atualizado sobre as mais recentes regulamentações governamentais, incluindo as diretrizes recentes para as emendas e protocolos de segurança alimentar dos EUA ou para as leis marítimas, é uma tarefa difícil para os proprietários de empresas. O não cumprimento de prazos ou requisitos exatos pode atrasar os pedidos em andamento e qualquer contêiner carregado preso em um terminal portuário pode acumular multas terminais em taxas ou detenção de contêineres, além de multas ou penalidades adicionais por não conformidade.

Adaptando para as exceções

Com uma categoria tão ampla como o vinho, que engloba goles diários para garrafas exclusivas de alto valor, os requisitos de visibilidade da informação e da cadeia de suprimentos também precisam ser adaptados às empresas individuais e seus modelos de negócios.

Investir e desenvolver plataformas de informações internas para logística e produtos específicos pode ter um custo proibitivo e nem sempre escalonável no caso de aquisições ou mudanças nos requisitos do setor. Terceirizar essas atividades com um parceiro de logística com plataformas de TI fortes e experiência nos mercados globais de vinhos tem claras vantagens.

Redes de abastecimento de vinho complexas e sensíveis à demanda precisam de estratégias inteligentes e redes de segurança para se manterem eficientes, adaptáveis ​​e entregarem resultados. Graças à tecnologia e aos dados que tornam a análise preditiva uma realidade, os provedores de logística terceirizados podem trabalhar em parceria com os expedidores de vinho para fornecer soluções sofisticadas e personalizadas. Se a produção de vinho é uma arte, então a logística da cadeia de fornecimento de vinho é definitivamente uma ciência.

Este post tem um comentário

Deixe uma resposta

Fechar Painel