Como funciona o serviço Private Banking e quais as suas vantagens?

Como funciona o serviço Private Banking e quais as suas vantagens?

Private banking é um conjunto de serviços diferenciados que os bancos oferecem para clientes de alta renda, geralmente superior a R$ 1 milhão. Esse relacionamento com o cliente tende a ser mais personalizado, o que facilita a vida dele em muitos assuntos financeiros.

O private banking é útil para os empresários que precisam cuidar dos impostos e das taxas de sua empresa. Além disso, ele também ajuda quem precisa verificar os empréstimos e os investimentos feitos naquele banco.

Esse conjunto de serviços pode dar assistência para famílias que investiram em empresas e possuem várias propriedades. Por fim, ele ainda auxilia quem precisa administrar sua herança e ajuda empreendedores que precisam fazer empréstimos e quitar os seus impostos. Em resumo, o private banking é um serviço focado em administração de fortunas.

Diferenciais do serviço

Em geral, clientes do private banking são atendidos com hora marcada e vão para as agências específicas desse serviço. Os gestores que fazem esse tipo de trabalho são conhecidos como bankers. Essas pessoas possuem preparação específica para o gerenciamento de patrimônio.

É o banker que mostra para os clientes os produtos do private banking e até mesmo outros profissionais daquela área. Alguns dos recursos oferecidos pelos bankers são:

  • Assistentes para investimentos;
  • Peritos em planejamento de patrimônio;
  • Soluções de crédito (isso visa melhorar a eficiência da liquidez do patrimônio);
  • Soluções internacionais (acesso aos escritórios daquele banco em outros países);
  • Assistentes comerciais (semelhante a um concierge bancário, eles cuidam das transferências bancárias de seus clientes cotidianamente).

Assim como os bancos digitais, o private banking também oferece serviços digitalizados. Dessa forma, o cliente consegue fazer as suas tarefas bancárias de um jeito rápido e simples. Normalmente, o atendimento digital é personalizado.

Benefícios do private banking

Um dos pontos positivos de utilizar o private banking é a liberdade para acessar investimentos exclusivos desse tipo de serviço. No mais, ele oferece aplicações que outros segmentos também oferecem. Contudo, o private banking oferece taxas menores e ganhos maiores em relação a esses outros segmentos.

Com foi citado anteriormente, o private banking exige que a pessoa tenha uma grande fortuna. Como esse serviço bancário possui tarifas muito caras, se a pessoa não tiver pelo menos R$ 1 milhão de patrimônio, talvez ele não valha a pena.

Contudo, existem bancos que permitem que seus clientes renegociem suas tarifas com o passar do tempo. Eles fazem isso para que seus clientes continuem utilizando o serviço.

Conflito de Interesses

O private banking é um potencial criador de conflito de interesses. Apesar desse conjunto de serviços ser mais rentável, é o banco que decide qual é a oferta dos investimentos.

Normalmente, um banco tem seus próprios produtos e tenta se beneficiar desse fator. A instituição financeira promete comissões para o banker, caso esse funcionário convença o cliente a investir em um de seus produtos.

Antes de aderir ao private banking, é importante analisar se o mercado oferece investimentos que podem render mais. Além disso, é necessário avaliar se aquele banco utiliza o sistema de arquitetura aberta. Nesse caso, o banco também trabalha com produtos externos, incluindo os das corretoras independentes.

Caso queira utilizar o private banking, talvez a melhor opção seja espalhar seus investimentos em três locais diferentes. Dessa forma, você terá acesso a opções mais diversas.

Deixe uma resposta